Joias do fundo do mar

A Córsega é uma ilha francesa do Mediterrâneo, riquíssima em recursos naturais. https://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%B3rsega É um parque marinho com várias reservas naturais. Como peculiaridade  produz  belas joias feitas de conchas, corais, ou pedras.

Uma das joias da mais famosa é a lendária “Olho de Santa Luzia”. Trata-se de um opérculo da ostra  que se pode pegar nas praias depois de uma grande tempestade.

O olho de Santa Luzia

Diz a Igreja católica que no  século IV depois de Jesus cristo, uma jovem da nobreza tinha sua mãe gravemente enferma, na Sicília. Ela chegou a orar pela cura da mãe no túmulo de santa Águeda (uma jovem e linda mulher torturada até a morte, para renunciar à sua fé cristã).

A noite chegou e Luzia teve um sonho onde Santa Águeda previu a cura de sua mãe. Lucia dedicava uma devoção sem limites para a religião cristã , a ponto de jogar ao mar as lágrimas dos olhos para não se afastar de sua fé.

Em resposta a esta devoção, a Santíssima Virgem lhe deu os mais belos olhos  jamais vistos. O opérculo da ostra  que você pode encontrar em todas as partes das praias do mediterrâneo, simboliza os olhos de Santa Luzia. Diz-se que promove a sorte e protege do mau-olhado.  Mas atenção, você pode encontrar variações na sua produção assim como na sua história. https://senepolsantaluzia.com.br/santa-luzia/quem-somos/historia-da-santa-luzia/

Bague Oeil de Saonte Lucie

Anel De Olho de Santa Luzia

bague

Anel

boucles d

Brincos e pingente de olho-de-Santa Luzia

 

Por que se chama assim

Há várias versões desta história:  que ela, por amor ao amor ao seu namorado  lhe ofereceu os olhos em uma bandeja; outra história conta  que doou os olhos      a um cego e outros dizem que o namorado, apesar do presente teria denunciado ela como cristã e ela teria sido torturada até a morte.

Há um par de truques para manter um verdadeiro olho de Santa Luzia.  Primeiro, em nenhuma circunstância deixá-lo em contato com spray de perfume. Não limpá-lo com o limpador de prata ou aparelhos de ultra-som .

O coral vermelho

 

corail

O coral vermelho

bague corail

Anel de coral vermelho

 

boucles corail

Brincos de coral

 

bracelet corail

Pulseira de coral vermelho

O coral vermelho é outra joia encontrada na Córsega: na realidade trata-se de uma colônia de animais cuja organização se assemelha à da anêmona-do-mar, ou seja, assim como ela, ele tem uma espécie de bolsa que se abre por um buraco rodeado de 8 tentáculos. Os arqueólogos descobriram vários corais vermelhos nas tumbas do período Neolítico, quando se atribuía aos corais diversos poderes. https://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102002846

Alguns corais são ornamentais, outros são usados pela medicina e se você acredita Molière, pode até mesmo usá-lo como um Talismã para afastar o mau-olhado. Muitos os usam como amuleto de boa sorte. É costume na Córsega presentear recém nascidos com Coral vermelho para ser colocado no berço da criança e, assim, trazer-lhe boa sorte.

Na Argélia, também

corail bijou

 

bijou

Em Beni Yenni,  na Argélia, https://pt.wikipedia.org/wiki/Béni_Yenni  encontra-se o Coral vermelho,  muito famoso. É usado em forma de joias finamente trabalhadas. A joia de Ath Yenni ( Benu Yenni em Cabila),https://pt.dreamstime.com/o-yenni-do-ath-festival-da-joia-image103561886  é uma decoração espetacular usado pelas mulheres durante centenas de gerações.  As noivas usam para evitar o mau olhado. Este recife sempre fascinou magos e alquimistas pelo seu mistério.

O coral é composto pelos esqueletos de milhões de criaturas marinhas. Portanto, é muito frágil. Não se deve molhar porque é muito poroso. É melhor usar um pano ligeiramente umedecido com água para limpar e, em seguida, deixe secar. Como qualquer joia de valor, não use durante uma atividade que possa causar danos. Do mesmo modo, remova-o antes de usar o perfume. Não se esqueça que esta é uma joia que não gosta de água, nem produtos químicos ou calor.

Claro, há fazendas de cultivo de Coral vermelho para preservar o ambiente natural. https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/nosso-campo/noticia/2019/05/26/produtor-cria-corais-marinhos-em-fazenda-no-interior-paulista.ghtml Não, portanto, ao pecado de ir à Córsega, procurar corais vermelhos para fazer sua próprias  joias.

Post feito por: admin

Comentários via Facebook